Tempo, tempo, tempo…

Olhando no espelho imagino como me transformei na pessoa refletida. É estranho como o tempo passa, você lembra de quando era criança e brincava de barbie e hoje já está comprando cremes anti-idade. Aquela estranha refletida, como foi transformada nesse curto espaço de tempo? As linhas de expressões, quantos problemas já viveu. Aqueles olhos castanhos, hoje com muito rímel para destaca-los, quantas lágrimas já derramou? Quantas bocas já passaram por ali, quantas mãos já tocaram esse rosto, quantos sorrisos foram arrancados?

Como o tempo passou e você não imaginou todas as coisas que fez. O tempo passou e você nem se deu conta das coisas que viveu. As transformações que ocorreram em seu corpo você nem percebeu. Só percebeu, como ficou rabugenta durante esse tempo, ou como você usa no seu dia os aprendizados vivenciados durante esses anos.

Sim, estou envelhecendo, mas ainda não sei o quanto isso me parece bom. Ainda não sei se isso me traz alegria ou tristeza. Só sei que quanto mais os dias passam, mais vejo minha vida indo embora. São menos dias que fico aqui, sofrendo por amores, imaginando novas contas, comprando novos sapatos, fazendo novos amigos, ligando para novos clientes. São menos dias que terei de preocupações ou que terei para pensar se um dia encontrarei o homem  dos meus sonhos. São menos dias que estarei comendo a comida da minha mãe. São menos dias que terei para realizar meus sonhos.

images (3)

Malditas horas que passam voando, acordamos e quando vemos já é hora de dormir de novo. Você deixa algumas coisas para fazer no dia seguinte e quando vê nem fez nada, o tempo foi curto demais. O tempo passa e me pego aqui, diante de um espelho observando cada detalhe que deixei passar. Não lembro como era meu rosto há 10 anos, apenas lembro de momentos que vivi pensando que o tempo jamais acabaria. Hoje, infelizmente, mal vejo a hora que vou dormir.

Tempo, passado, presente e futuro, está ali nos dizendo, literalmente “o tempo todo”, que precisamos nos preocupar menos e pensar mais nos detalhes da vida. Fazer do dia como uma canção, plantar novos refrãos em nossa grande trilha sonora.  Não espere chegar aos 50 anos para resolver casos mal resolvidos, ou deixar para se apaixonar, ou pular de um paraquedas. Viva, ame, seja feliz mesmo com todos aqueles problemas, e quando se olhar no espelho novamente você já saberá qual a história por trás daquelas linhas. São essas linhas que delimitam nossa própria trajetória de vida.

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s