Quando os tabus sobre a sexualidade irão acabar?

Na semana passada me deparei com a seguinte imagem, vindo de uma página chamada “Marx da Depressão”, página essa conservadora e como eles mesmos se intitulam, “da direita”. Essa imagem me chamou a atenção, pois na legenda da mesma estava escrito o seguinte:

FILHOS DA PUTA!

A agenda em curso! Sexualização nas escolas: você quer isso para seus filhos?

Mas o Governo Comunista de Dilma assim deseja e impõe!

Confira as cartilhas que o MEC já está distribuindo à algumas escolas do país.

A exposição precoce das crianças a tais conteúdos nada mais é do que o outro lado da moeda que defende a descriminalização e legalização da pedofilia. Ou seja, pretende-se forçar um despertamento sexual cada vez mais cedo para que, quando a pauta pedófila prevalecer, as crianças já não tenham mais a menor chance de proteção e defesa: nem da lei, nem da cultura, nem dos pais, nem mesmo dos seus próprios sentimentos de estranhamento e rejeição, pois já terão sido expostas a um conteúdo com o qual não possuem condições psíquicas de lidar e diante do qual não conseguem resistir.

Meu recado aos pais que têm filhos na escola: fiquem de olho! E demonstrem aos professores e coordenação que estão de olho! Conversem com os outros pais, troquem informações, convivam, tomem iniciativas juntos. Peçam as listas de livros que serão adotados no ano seguinte, pesquisem antes, intervenham, façam outras propostas quando as que a escola oferecer não forem boas. Enfim, não deixem a coisa correr à revelia! Cheguem junto! E se a coisa piorar e não houver chance de mudança da situação, exijam que as crianças sejam dispensadas da aula. E se nada disso resolver, o homeschooling está aí para isso.

Reparem que na imagem abaixo, está escrita no canto “Doutrinação Gayzista”. Pois bem, esse fato me chamou a atenção, mas não pelo fato do conservadorismo deles, mas sim pelo preconceito atribuído à cartilha que nada mais é que uma maneira de quebrar certos tabus com relação à educação sexual.

sem-tc3adtulo1 copy

Até quando pessoas com esse pensamento totalmente fechado, irão falar de assuntos, que devem ser tratados de maneira natural, como se fosse o fim do mundo. Eu sei, as crianças estão cada vez mais cedo entrando na vida sexual ativa, engravidando, pegando doenças, simplesmente por não conhecerem o assunto. Vemos meninas de 10 anos dançando e rebolando até o chão como seus ídolos, conhecendo isso apenas por uma TV ou pela própria internet.

Mais cedo as crianças estão demostrando que a infância ficou para trás. Talvez isso seja errado, não somos nós quem iremos dizer, apenas devemos mostrar qual o melhor caminho a seguir. Senão o caos ficará pior do que já está. Esses assuntos são dever da família tratar com seus filhos, mas é claro que eles não estão fazendo isso da maneira correta. E bom, o resultado vocês já conhecem, mais crianças saindo da escola, mais famílias se desestruturando, mais favelas sendo abrigos de jovens que precisam sobreviver sozinhos, gerando uma reação em cadeia.

Não vou dizer que apoio o Governo, mas esta é uma maneira que eles encontraram para diminuir este tipo de situação. Para educar os filhos de pais que simplesmente esquecem que um dia eles crescem. Para educar filhos de pais que não se importam em deixar suas crianças assistindo a novela das 21h onde sexo e traições são expostas de maneira livre.

Fazendo um comentário na imagem me vem o seguinte rapaz escrevendo a seguinte frase:

sem-tc3adtulo2 copy

“Crianças conhecerem o próprio corpo? Para isso existe a puberdade, infância não é pra isso!”. Ótimo, puberdade, mas você já reparou como a molecada está entrando mais cedo na tal da puberdade, crianças que já estão com o corpo desenvolvido com 12, 13 anos de idade. As meninas menstruando com 10 anos, ficando com medo porque os seios estão crescendo, os meninos, tendo a primeira ejaculação, pensando “que porra é essa?”, literalmente. São assuntos que merecem destaque, e a cartilha nem é um bicho de sete cabeças.

O outro comentário mais engraçado ainda:

sem-tc3adtulo3 copy

Tá, agora, me digam, onde está escrito que a cartilha promove a pedofilia? Não sei de onde, uma cartilha de educação, e repito em caixa alta, EDUCAÇÃO, sexual é levada para o lado da pedofilia. Eu não entendo o que cada parte do sistema genital, feminino e masculino, é sinal de pedofilia. E outra, ensinar as crianças que o homossexualismo também não é um bicho de sete cabeças, está relacionado com algo ruim.

Pra quem quiser conferir, este é link da cartilha http://www.escolovar.org/pes_educacao-sexual_conversando-e-descobrindo.pdf. Podem ver que ao final é explicado o conceito de cada orientação sexual. Isto porque muitos jovens homossexuais, bissexuais, acreditam estar passando por uma transição do qual, visto pela sociedade, é errada. E não é bem assim, ter uma orientação sexual, não significa estar fazendo algo errado, significa ter uma escolha. As pessoas não podem tratar isso como uma doença ou algum parafuso solto.

Por isso, os jovens, sentem receio com o preconceito que irão sentir. Acreditam que estão com alguma doença e se fecham num casulo, sofrem bulling por diversas razões, sendo que o mais fácil é mostrar que isso é normal e precisa ser aceito, acabando com todo e qualquer preconceito.

Fica difícil saber qual é o maior absurdo nessa história toda. Se é o fato de que as pessoas estão tão alienadas aos seus programas de TV, que contém cenas mais fortes e inadequadas, mas que por ser uma distração para eles mesmos, isso não é considerado nada grave; ou se é o fato de que abordar o assunto SEXO de forma explicativa e não abusiva, gera uma polêmica tão grande, e por falta de argumentos relevantes, entram com um que não faz o menor sentido: pedofilia. Sinceramente meus caros, acho que falta um pouco de massa cinzenta nessas cabeças (mas não os julgo, qualquer um que se disponha a assistir as novelas de determinada emissora, a qual não preciso mencionar o nome, durante um período prolongado, tem uma boa desculpa para se posicionar de uma forma tão alienada).

Pra encerrar o assunto, a gente deixa aqui a dica de como fazer uma “boa cartilha de educação sexual”, de acordo com os comentários alheios e cheios de perspectiva de uma doutrina de moral e bons costumes (risos):

– Não mostrar nenhum orgão genital, pois isso pode influenciar ao sexo precoce e a pedofilia, e não ajuda em nada ao conhecimento do próprio corpo;

– Não falar sobre sexo, nem como é feito, muito menos quais são os cuidados a serem tomados, pois isso além de levar aos dois resultados comentados acima, ainda traumatizará as crianças. Os efeitos benéficos nisso não existem;

– O que pode ser mostrado a essas crianças: vídeos de crianças dançando funk, assistir as novelas e estar por dentro de todas as cenas eróticas, traição, morte, vingança, entre outras coisas super saudáveis e que as preparam para o mundo.

(HAHAHAHAHHA) A ironia é uma virtude, não é? \õ/

Anúncios

2 comentários em “Quando os tabus sobre a sexualidade irão acabar?

  1. Sou gay e por mim autorizaria mostrar cenas sexuais reais para meu filho, desde quando fossem pautadas em educação sexual e não incentivasse relações sexuais precoces. Porém, eu não sou o mundo. Acredito que os pais são os principais responsáveis pela educação de seus filhos. Cabe a escola ensinar prevenções de DSTs, biologia sexual e representatividade para diversidade sexual, na fase da pré-puberdade do aluno, segundo pelo que li de psicólogos especialistas.

  2. Não sou contra, embora que entendo a opinião das pessoas, e por um lado muito importante que as pessoas não notaram, na verdade, quem dá eucação ás crianças, são os pais. Agora, eu acho que essa imagem que está ai em cima é inapropriada!

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s