E por que não?

Véspera de ano novo, estamos mais do que acostumados a fazer nossa listinha de desejos para o ano que se aproxima.  A minha lista sempre foi meio tradicional… Todo ano é meio que sempre a mesma coisa: emagrecer, deixar de levar uma vida sedentária, guardar dinheiro, comprar/trocar de carro, fazer uma viagem legal, arrumar um namorado… Claro que, a maioria desses desejos nunca se realiza. E vira mais uma promessa do ano que passou.

resolutions

Seguindo então aquela máxima que “Você não pode esperar os resultados diferentes fazendo sempre a mesma coisa”, esse ano decidi mudar a minha estratégia.

Em 2014 eu não quero comprar um carro novo. Eu não quero fazer uma dieta e ser uma gostosa saradona. Eu não quero economizar tantos mil reais. Eu não quero encontrar um namorado.

Em 2014 eu quero mais “Por que não?” na minha vida. É, isso mesmo. Quero mais “Por que não?” porque sinto que simplesmente, muitas vezes eu passo mais tempo planejando do que fazendo alguma coisa, ou pensando em como seria se eu tivesse feito. Ás vezes, eu estou mais preocupada no que pode dar errado, e o quanto eu vou me frustrar no que pode dar errado, do que de fato tentando.

Então, eu quero um 2014 onde eu sinta mais e aproveite melhor esses sentimentos. Onde eu perceba que o melhor que posso levar na minha vida é aquilo que eu vivo.  Aquilo que experimento, as relações que eu construo. A vida que eu vivo  e as pessoas que dela fazem parte são mais importantes do que eu ficar pensando o  quanto “eu não tenho dinheiro para isso”, ou ainda se “vou ser uma louca se eu fizer aquilo”.

3

Quero de vez assumir as rédeas da minha vida, e me propor fazer aquilo que faz sentido pra mim, e que me deixa feliz. Aquilo que eu quero viver. Por isso, eu desejo que 2014 seja simples, mas que seja intenso. Que seja verdadeiro. Que tenha muitos desafios, mas que eu tenha coragem para enfrentar todos eles e que a vontade de mudança constante não me permita permanecer na minha zona de conforto. Que seja um ano de crescimento e amadurecimento.

E que diante de cada medo, dúvida ou anseio, eu me pergunte sempre: E por quê não?

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s