Carta aberta para você que me procurou…

Eu quero ouvir as suas histórias. Quero sorrir com o que você me conta. E se forem trágicas, quero chorar também.

Quero te colocar no meu colo e dar carinho. Fazer cafuné a noite inteira, se for necessário.

Quero ir no restaurante que você mais gosta. Aquele que fomos para comemorar 1 mês de namoro. Lembra?. Eu me arrumei todo, pois era uma data realmente importante para mim. Foi quando eu aceitei os meus sentimentos por você e pude ver que isso foi a melhor coisa que já aconteceu.

Eu sei que você demorou para me encontrar. Sei que andou indo a lugares errados e conheceu muita gente que não queria conhecer. Saiu com muitos caras que não faziam o seu tipo. Mas agora estamos juntos. E nada mais do passado importa, não é mesmo?

Quero ler o nosso livro favorito, quantas vezes você quiser ouvir a minha voz. Quero assistir o nosso seriado predileto e vou ficar muito bravo se você fizer isso sozinho ou com outra pessoa, mesmo que for um amigo qualquer. Eu sei que isso pode parecer infantil, mas é importante para mim.

Vou sentir muitos ciúmes quando outra pessoa te chamar de amor ou seus derivados como “mor” “morzinhu” ou “morzão” Isso deveria ser regra aos casais apaixonados. E fico muito infeliz que não esteja na constituição. Não me acuse por favor, apenas tente ver com um lado bom.

Se entrega um pouquinho mais para mim. Sei que o mundo lá fora tentou te estragar. Mas estou aqui para te conquistar todos os dias. E te descobrir quando estiver com calor, porque eu sei que você tem um corpo quente. Pode ficar descoberto a noite, eu pego o lençol todo para mim… pode deixar.

Quero dividir os nossos melhores segundos. Pois quando estamos juntos tudo passa muito rápido. E o movimentar do grande ponteiro do relógio não passa de milésimos de ação do ponteiro menor.

Quero muito que lembre de mim quando estiver fazendo aquela prova super difícil de lógica que você odeia. Talvez ela fique mais leve, mais tranquila… sei lá.

Confesso que eu gosto de bateria. Até queria aprender, mas acho que não combina com você. Você é calma… por isso decidi aprender a tocar violão. A gente pode ficar a noite toda cantando nossas músicas preferidas dentro de uma cabana de cobertas em cima da cama.

Gosto de te ver sorrindo, por isso de vez em quando permita-me te fazer cócegas.

Desculpa se muitas vezes eu cheguei suado do trabalho para te ver. Aconteceu da saudade bater mais forte e eu precisava mesmo de você. Pois, uhn… o seu olhar me acalma.

Sei que você não gosta de declarações exageradas de amor em público, mas deixa eu te dar um beijinho na frente de todo mundo e gritar em cima dos telhados que te amo? Só para eles verem que somos um casal feliz. Talvez isso influencie um mundo mais amoroso.

Desculpa se fui recatado na cama, só queria te dar carinho e ser atencioso, mas se você quer mais sex appel, aguarde…

Ah, também gosto te contestar, mas gosto mais ainda quando chegamos a um denominador comum com um “Ok” de ambas às partes só para a gente concordar por concordar. Isso é realmente engraçado.

Eu te admiro não só porque você é linda e gostosa, mas porque é inteligente e não fica por aí se gabando. Você lê muito e sabe como ninguém contar uma história com uma expressão facial assustadoramente animada. Ah, você pensa que não fala com as mãos? Acho que você vai descobrir ser descendente de italiano de tanto que mexe com elas quando vai falar algo importante.

Não acho que combinamos tanto assim, mas não sei se precisamos combinar mesmo. O que importa é que eu adoro os seus gostos e tudo o que você faz.

Sei que a vida é uma montanha russa, as vezes estamos em cima e outras em baixo. (Essa foi ruim, né?…). Mas quero te ver nos momentos bons e ruins.

Apenas pelo motivo de te amar.

___

Esse texto é uma resposta para “Pra eu me apaixonar por você” de Débora Brauhardt, porém conta com elementos reais da minha vida e é dedicado a uma pessoa muito especial.

Anúncios

2 comentários em “Carta aberta para você que me procurou…

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s