Então, me Deixa Falar sobre Samba…

Olá, amiguinhos! Vamos falar de música?

0

Eu sei que vocês vão alegar que o carnaval já passou e tal, mas hoje, exatamente hoje, é dia da Escola de Samba. Além do mais, o carnaval passou pra gente. Alguns engraçadões chegaram a dizer “Feliz 2014” nas redes. A eles, sugiro contactar um carnavalesco à escolha e desejar feliz 2015 pois, nessa altura do campeonato, é isso que eles estão fazendo: planejando/viabilizando/buscando enredo e patrocínio para o ano que vem. Mas disso eu já falei antes.

Estou aqui pra falar de história!

O samba surgiu obviamente descendente dos escravos que vieram para o Brasil, e nasceu nos cortiços cariocas. A primeira gravação oficial data de 1917, chamada “Pelo Telefone”, composição de Donga e Mauro de Almeida. O ritmo não lembra em nada a ~marcha~ que é atualmente. Na década de 20 surgiram os primeiros blocos carnavalescos – o que nos traz a importância do dia de hoje . Foi em um 11 de abril que a turma que batucava (e tinha que fugir da polícia por isso) no bairro de Oswaldo Cruz, no Rio de Janeiro fundou o bloco “Ouro Sobre Azul”, que na década seguinte veio a se tornar o Grêmio Recreativo Escola de Samba Portela.

A deusa Clara Nunes em seu último desfile pela Portela, em 1983.
A deusa Clara Nunes em seu último desfile pela Portela, em 1983.

 

A primeira Escola de Samba foi fundada no final dos anos 20. Em 1928, para ser mais exata. A Deixa Falar uniu os maiores compositores do Estácio (uma região carioca) na época. Eles se denominavam escola por terem inventado instrumentos como o surdão de marcação e revolucionado o andamento, pra fazer o samba mais animado pra saírem dançando nas ruas, passando esse legado para outros blocos. Mas, apesar de ter sido a primeira e ter criado o termo Escola de Samba, quando os desfiles começaram, na década seguinte, já não existia mais. Tinha se juntado a outros blocos de carnaval, que hoje correspondem à Escola Estácio de Sá.

Registro da Deixa Falar, no fim dos anos 20.
Registro da Deixa Falar, no fim dos anos 20.

Os desfiles começaram em 1932 para dar audiência as rádios e jornais, já que os meses de janeiro e fevereiro são os de recesso das atividades desportivas. No carnaval carioca, passaram por inúmeras ruas do centro da cidade antes de chegarem à Marquês de Sapucaí. O Sambódromo só foi inaugurado em 1984, projetado por Oscar Niemeyer. O primeiro desfile ficou marcado pelo uso da Apoteose. As escolas deveriam parar um bocado naquela área no fim da pista, quase em frente ao “M”, para saudar a plateia, mas a Estação Primeira de Mangueira deu a volta por aquele espaço e retornou à avenida. Quem assistiu, obviamente, foi à loucura, dançando e brincando atrás da escola . A Mangueira foi declarada a supercampeã do ano, apesar de ter dividido o campeonato com a Portela.

A grande injustiçada: Em 2011, a Unidos da Tijuca trouxe o "Meia-noite eu Levarei a Sua Alma" e ficou em 2º lugar.
Em 2011, a Unidos da Tijuca trouxe o “Meia-noite eu Levarei a Sua Alma” e ficou em 2º lugar.

A história das escolas de samba é bem extensa e incrivelmente cheia de detalhes, e devido a minha paixão cega pelo assunto, é capaz de não terminar de falar nunca. Mas eu só queria, além de dividir todo esse amor que tenho, é mostrar que tudo aquilo não é feito só de ~musas~ e gente famosa que ora tá passando com a agremiação sem cantar o samba, ora tá enchendo a cara nos camarotes. Tudo numa escola de samba é feito e pensado nos mínimos detalhes (somente esse povo que não participa do processo todo, apenas compra um espacinho nas escolas pra não sair da mídia e receber convites para ensaios fotográficos nas revistas) e uma grande parte da adrenalina vem de fazer tudo correr bem antes, durante e depois do desfile. A outra parte vem das escolhas de samba-enredo (para se ter uma ideia, um antigo intérprete da Mocidade, Ney Vianna padeceu de um ataque cardíaco em plena quadra durante uma disputa dessas) e uma terceira, obviamente, vem da apuração das notas (o que faz das mães de jurados dos carnavais pelo país tão santas quanto as mães de juízes de futebol).

Só não me vá perder a cabeça, PFV!
Só não me vá perder a cabeça, PFV!

Então quando você puser os olhos em todo aquele gigantismo, lembre-se que tudo aquilo começou a ser planejado a partir de maio, confeccionado de agosto a dezembro, os sambas escolhidos de agosto a outubro para que em fevereiro tudo estivesse tinindo. Falando nisso, meu faro de jornalista diz que ou esse ano ou o povo tá atrasado com os enredos ou estão escondendo muito bem…

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s