Flores e promessas

Não me venha com rosas. Ou margaridas. Ou flores do campo. Aliás, com flor nenhuma. Já aviso de antemão que sou alérgica. E eu também não gosto de flores. Lá no jardim acho lindas! Em buquês, para mim, são inúteis.

Não me venha com juras de amor eterno e com promessas de amor para uma vida inteira. Não precisa se preocupar com as alianças de compromisso. Elas são absolutamente dispensáveis. Eu também não sonho com uma festança de casamento. Aliás, não quero qualquer festa de casamento.

Não precisa me trazer caixas de bombons especiais. Sou bem moderada com chocolate. Como um aqui, outro ali. Bichinhos de pelúcia também não. Lembra da alergia? Pois é, eles acabariam comigo.

Esses romantismos “princesísticos” não fazem a minha cabeça. Inclusive, já te falei que estou longe de ser uma princesa, ou qualquer coisa próxima da meiguice e da delicadeza?

Mas eu quero que você venha com toda a sinceridade e honestidade do mundo. Eu não saberei oferecer menos do que isso pra você. Venha com todo seu companheirismo e seu afeto. Sou também muito companheira e amiga, posso te garantir que tenho muito carinho para dar.

2

Eu gosto de cuidar. Se você ficar doente, vou te levar um chá quente na cama, preparar umas torradinhas com aquela geleia que você adora. Se estiver friozinho, preparo até uma sopa pra você. E se eu não estiver muito bem, você me manda uma mensagem perguntando se estou precisando de alguma coisa?

Eu não gosto daquelas vozes de criança, e nem de apelidinhos xoxos do tipo mozinho, amore, “quiança”, neném. Mas eu adoro um cafuné, um cheiro, um abraço apertado. Afeto é sempre bom!

Quando você quiser ir pro bar, tudo bem. Aproveita e se diverte. Se quiser me levar junto, eu vou adorar. Te acompanho na cerveja e conto todas aquelas histórias exageradas que costumo contar, para que fiquem mais engraçadas. E eu também vou gostar de ir no cinema, de sair pra jantar, ou de ficar em casa vendo um filminho. Menos de terror. Não gosto de filmes de terror.

Já te contei que gosto de inventar coisas na cozinha? Dizem que minhas panquecas são ótimas. Vou amar cozinhar pra você. Você prefere qual recheio?

Enquanto você estiver por perto, eu só vou querer você. E se você me quiser desse jeito também, acho que será lindo, intenso. Me importa hoje, você, do meu lado.

Capturar

E apenas mais uma vez eu peço: Não me venha com promessas. Não me venha com esses atos galantes, com cara de romance de novelas das oito. Absolutamente nada contra quem gosta ou sonha com coisas assim. Mas aprendi que viver da melhor forma possível o hoje é melhor que viver alimentando expectativas de um futuro que nem sabemos se vai chegar.

Vamos viver o hoje, como se não tivéssemos amanhã. Vamos aproveitar um ao outro, agora. Fica comigo, sem prometer nada. Seja apenas sincero e intenso, assim como eu serei pra você…

Anúncios

Um comentário em “Flores e promessas

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s