Lições de uma Ninfomaníaca

Pensar na palavra “ninfomaníaca” já deixa os olhos estalados. E não foi diferente com o filme de Lars Von Trier. Principalmente com os trailers e imagens promocionais. O diretor é muito bom, apenas comete alguns pecados como cortes bruscos e excesso de comparativos. Mas, vamos falar das lições que podemos aprender com o filme.

191213-ninfomaniaca-trilha-550x309

Segundo a sinopse: “Em uma noite fria de inverno, o velho solteirão Seligman (Stellan Skarsgard) encontra Joe (Charlotte Gainsbourg) semiconsciente e machucada em um beco. Depois de levá-la ao seu apartamento, ele cura os machucados dela enquanto tenta compreender como as coisas podem ter dado errado para Joe. Ele escuta atentamente, enquanto em oito capítulos ela reconta a multifacetada e luxuriante história de sua vida.”

Até aí tudo bem, mas a sua história de vida se baseia em sexo, sexo, sexo, amor, sexo, amor. Tudo que existe em excesso faz mal. Infelizmente com o sexo não é diferente. Foi atrás de seu vício, que Joe perdeu tudo o que tinha. Perdeu a família, emprego, dignidade. Nem mesmo o amor que ela sentia pode fazer com que ela combatesse esse vício.

Mas algo chama a atenção: sexo com amor é o segredo. A frase que a amiga, a quem podemos dizer influenciadora de seu vício, disse à Joe quando elas tentavam entender como funciona o sexo e a procura por parceiros. Dizem que essa ligação é algo além de todas as coisas imagináveis. Um momento de intimidade e prazer que somente duas pessoas podem conseguir. E para uma ninfomaníaca isso foi quase possível. Ela tenta ter esse momento de amor e carinho, unindo selvageria. Porém o então marido não conseguiu “preencher todos os buracos”.

Ninfomaniaca1_poucas_palavras

Apesar de falar sobre sexo, o filme mostra que o amor é que rege para que as coisas sejam ainda melhores. Na falta dele, as pessoas se tornam decadentes, tentando encontrar o prazer de outras formas, até maneiras absurdas para tentar preencher esse buraco. Alguns dizem que não, mentira, blá blá blá, mas o amor existe, apenas está esperando que você o encontre. Às vezes até encontrou e fechou a porta a este sentimento.

Pessoas que conseguem amar são mais felizes, conseguem todas as outras coisas. O sexo se torna algo maravilhoso, dormir então nem se fala. Quando se ama, até sair do trabalho é algo mágico, pois você saberá que daqui a alguns minutos estará com a pessoa que tira seu sono. É o amor que uma ninfomaníaca pode sentir, que fez com que ela tentasse, que ela permanecesse, tivesse uma família. Mas foi o amor que a impediu de se livrar da culpa de ter perdido esse amor, graças a seu vício.

ninfomaniaca_filme

Foi depois a falta desse amor que a fez fazer coisas absurdas para tentar conter a própria vontade. E assim, chegou aonde chegou. Seu final é surpreendente mas sem spoilers por aqui, apenas assistam essa história comovente apesar de sexy. Todo vício destrói, infelizmente a vida dela foi a vítima desse vício que todos nós temos, ao menos um pouquinho.

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s