Chave de ouro

Te vejo assim, todo cheio de barreiras erguidas após tantas decepções, e penso: “Eu deveria ter chegado a você por primeiro”. Sabe, antes de te machucarem nesse tanto… Antes de você criar os obstáculos que dificultam (e atrasam) a minha ida até você.

Sei que todas as nossas experiências resultam no que somos – e eu adoro o seu jeito – mas queria ver como era o seu sorriso antes dessa sombra constante de tristeza. Ou ver como eram os seus olhos quando ainda tinham aquele vislumbre dos apaixonados.

Acho uma sacanagem machucarem as nossas pessoas antes de serem nossas. E eu tenho bem noção de que já estive nos dois lados da história. Mas, da minha parte, asseguro que as marcas que causei não foram intencionais. Faz parte da condição humana machucar os outros, mesmo que sem querer. Mesmo aqueles que mais queremos bem.

Mas, sabe… Pensando bem, talvez essa seja a vida mostrando que o melhor sempre vem por último mesmo. Depois de tantos peleios, o descanso num abraço reconfortante. Após noites sofridas em prantos, uma cama a dois como recompensa, com carinhos e beijos para espantar qualquer lembrança sombria.

chavedeouro

E, vendo nessa perspectiva, fico feliz em ser o seu repouso, onde cada mal se cura. É, talvez de tanto navegar por aí, ser e ter um porto seguro é o que dá pra chamar de “fechar com chave de ouro”.

Ok, vida: Talvez você não seja tão injusta assim, nem uma vilã dos quadrinhos. Tá mais para aquelas heroínas mal compreendidas, mas que, no fim, sempre salvam o dia.

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s