A Carta nunca enviada

Por: Annie Grellmann

Escutar: Pink Floyd – How I wish you where here

Você sempre falou que era a minha Yoko Ono e eu o seu John Lennon. Nós lemos, juntos, a história na Rolling Stones, eles voltaram, e você ficou feliz com isso. Então, por que você não volta comigo? É sério, mesmo, que você não acredita em destino? Eu sempre fui seu! Você sempre soube disso, ainda sou. Para ser mais preciso, sou seu desde que te conheci. Muda o teu passado! Por que você não muda? Eu não sou seu pai, não vou te abandonar. Jamais abandonaria. Eu conheço as tuas cicatrizes.

Você não sabe que eu sempre optei por você? Os caminhos. Não vê? Eles sempre mostraram o oposto, ainda assim, eu sempre estive contigo. Você se lembra quando seu gato se perdeu? A dor da perda? O desespero? A falta de esperança? Aliás, você acertou em cheio no nome do gato. Narciso. Narcisista como você. Eu o procurei por toda a cidade. Vou falar a real, nunca gostei de gatos. Eu mentia pra você.

E as músicas subversivas? Você e aquele seu deslumbramento pela época da Ditadura. Aprendi todas elas só para contar histórias pra você. “Jorge Maravilha”, do Chico; “Alegria,

Alegria”, do Caetano, “Pra não dizer que não falei das flores”, do Geraldo Vandré. Entre tantas outras. Nunca gostei de Caio Fernando Abreu e nem de Goethe. Aprendi e acho chato. E o Pepe Mujica. A viagem que planejamos à Índia. Os arrepios na nuca que você sentia. Da gente na cama?

Porra! Sabe o que é estudar tudo isso só para poder ter assunto contigo? Que merda é essa que você faz comigo? Só queria que você fosse minha! Quer saber? Fica bem, viva bem. Mas… vive comigo? Não me deixa, sério, você vai se arrepender.

Você conhece outra pessoa que mudaria a própria vida só para cuidar de você?

Escutar: Keith Urban – You’ll think of me

 

annie

Aspirante a jornalista. Graças ao seu pai tem um coração “azul”, é gremista roxa. Gosta de sair com os amigos, mas não dispensa também ficar em casa lendo, vendo filmes, seriados,documentários. Escuta muita música e tenta tocar violão. É influenciada por várias bandas como : Kings of Leon, Current Swell, Chico Buarque, Modest Mouse entre tantas outras.

 

Anúncios

Um comentário em “A Carta nunca enviada

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s