Regras, métodos e manuais

Inúmeros manuais com fórmulas findas de sucessos, ditando padrões de como administrar a sua felicidade, livros de auto-ajuda vendida nas bancas a preços de banana. É necessário bom senso, para não ditar regras, ou criar uma necessidade de se auto afirmar a partir das premissas descritas em livros, como um manual a ser seguido, linha por linha, figurado como solução para milhares de pessoas e única na descrição das suas verdades imutáveis. Talvez faltem decisões, autonomia ou uma extrema carência desse século em querer não assumir sua responsabilidade diante da vida, é mais fácil ler dúzias de dicas, acreditar e se não funcionar, ok, a culpa não é minha, afinal segui corretamente todas as lições do autor fulano de tal.

Além de receitas para dietas, beleza, trabalho os relacionamentos se tornaram manuais de começo, meio e fim, numerados em tópicos e imagens com toda a felicidade exalando aos quatro cantos, e se acabam por esquecer das dificuldades do dia a dia, é como ler um conto de fadas, sendo aplicado em um local sem cavalos brancos.

formula-do-amor

Apesar das idealizações, sempre gostei da forma que os poetas idealizaram o amor, com palavras melosas e dramáticas, mas não é só isso que é amar ou amor. O que é amor? Quem me dera ter essa resposta, acredito que não tem como colocar formatos em sentimentos, até pela imaterialidade, não é como uma roupa feita por medidas, que se idealiza, produz e depois cabe perfeitamente, ou o sapato que fica folgado no calcanhar. Ele não tem medidas, fitas métricas, ângulos. E a receita de amor do outro, com todas as miligramas dos afetos e desafetos pode amargar sua relação, não serve para você.

O segredo está na forma que o coração palpita com os toques das mãos, dos segredos revelados no olhar, da cumplicidade desvendada dia a dia, da leveza no dialogo, e isso cada qual sente da sua forma. Querer estar presente com cheiro de chuva e gosto de maçã. Experimentar abraços, beijos, conversas, ciúmes e discussões.

Talvez essa seja a maior dificuldade de muitos relacionamentos permanecerem, criam se expectativas surreais, exemplificados por mídias e contos, presos a idealizações, que se esquecem de deixar os sentimentos fluírem e observarem as particularidades.

Regras, dicas, formas são conselhos, sugestões. Muitas vezes dito por alguém que mal viveu isso. Teóricos sem práticas.

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s