Nem todos os amores ficam

Por: Bruna Paz

Leia ouvindo:  “How To See Your Heartbreak – Paramore

Eu senti meu mundo cair bem devagar, enquanto você falava e listava todos os motivos de não podermos estar mais juntos. É engraçado como o mundo entra em câmera lenta para filmar nossa desgraça. A lista era infindável e mantinha no topo todas as qualidades que sempre achei que você tinha certo apreço.

Os prédios de meus sonhos desabavam um após o outro e eu não conseguia acompanhar o tsunami de emoções que acontecia dentro de meu peito. Aliás, esse se abria como um buraco negro e sugava todos os risos de minhas memórias contigo.

Juro que a cada respiração sua, que por uma mudança do destino, já não acompanhava mais o meu próprio entre abrir e fechar de boca, me deixava inquieta e me fazia imaginar quando você tinha parado de respirar ao mesmo tempo que eu. Quando tinha surgido a sua necessidade de ser livre, bem como do por que de repente, eu ter deixado de ser seu prêmio de vida para virar um peso.

tumblr_nezompFQEe1r5y2f5o1_500

Você dizia que a culpa não era só minha, como se de repente sua família, a minha, o cachorro, a vizinha, o livro que não chegou, a festa que você não foi, a música que baixei e esqueci de te passar, seu melhor amigo, minhas melhores amigas, meu passado e as cervejas ganhassem o papel principal e se tornassem o divisor de águas em nossa relação.

Você elencou cada erro de pontuação de minhas frases ditas sob o efeito do álcool e disse que odiava meus vestidos, como se todos os elogios, tivessem virado poeira em nossa estrada. Você falou de cada olhar que eu tinha desviado e de como eu não se encaixava mais em sua vida. Tinha virado carta fora do baralho, a meu ver, muito mais pelo desgaste do uso do que pelos motivos infundados que você me apresentava.

Fui diminuindo de tamanho a cada palavra sua. Sentia parte de meu corpo morrer e minhas pernas bambeavam, como se um vendaval estivesse a desequilibrá-las.  Era insuportável me manter de pé sob o crivo de seu olhar. Mais insuportável ainda era perceber que todas as juras, sussurros, mãos dadas, abraços e carinhos não faziam nenhum sentido para você.

tumblr_ne0gxjdExe1ti0es4o1_500

Vi você apagar meus rastros em sua vida e retirar todas as marcas de batom de suas camisas. Observei você sorrir para os olhares atentos de seus amigos e familiares, como se ao invés de apenas admitir que estava bem, você quisesse dizer que nunca esteve melhor. Definhei com cada foto que você fez questão de publicar de uma rede social a outra e morri a cada nova pessoa que vi você adicionar.

Você disse para mim em suas últimas palavras. Que a vida seguiria e que apesar de todas as reclamações feitas a mim, desejava que eu fosse feliz. Então te vi partir, levando consigo a única coisa que me faria feliz. Você mesmo, em sorrisos, abraços e cheiros.

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s