Smartphones e velhice

Mudar de celular é mais difícil que parece. Ainda mais quando se trata de mudar também de SO. Isso quer dizer deixar fotos, algumas músicas, alguns históricos de conversas, significando alguns (três, no meu caso) anos de vida virtual para trás. Isso não é um tanto triste?

celular-smartphone-usa-usuario-digita-internet-4g-3g-1368528982561_956x500

Eu até poderia deixar tudo lá, afinal o smartphone velho e cansado não vai sair de casa, só trocará de mãos. Mas não me sinto bem em não tê-lo a tempo e a hora para consultar todas as ideias que tive, alguns trabalhos extraordinários e outros textos mirabolantes que fiz (até mesmo pro Ninho!), sem contar as fotos de uma das melhores épocas da minha vida. É coisa que nem um backup poderia resolver (aliás, o meu não faz mais backup há um tempo), já que sentimentos não são guardados no computador.

O novo aparelho é maior, mais bonito, mais fino, com uma câmera e um processador mais potentes, mas seu sistema tem lá seus defeitos mais aparentes (ou seria a falta de costume?). Alguns comandos demoram a funcionar, algumas funções são mais trabalhosas, alguns aplicativos precisam de aplicativos complementares para funcionarem direito… Ainda não tenho uma lembrança boa que me prenda a ele, tal como estive em todo esse tempo grudada ao outro telefone.

…ou é isso, ou eu realmente estou ficando velha.

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s