Dia da mulher ou dia da hipocrisia?

Não era esse o texto que estava programado para hoje. Na verdade, eu nem queria falar sobre esse assunto, essa data. Existem outros textos incríveis que mostram atrocidades sexistas cometidas especialmente no Dia Internacional da Mulher. Mas me vi obrigada. Se em todas as redes de divulgação o chorume já corria solto com piadinhas machistas e oportunistas, tudo piorou ainda mais com o tsunami hipócrita que assolou ruas e redes durante o pronunciamento da presidente.

Dilma1

Um bando de gente (e o que percebi é que foi independente de gênero, o que MAIS ME DOEU) fez uso de sua parte mais primitiva e começou a soltar impropérios para a imagem na tevê. Protestar é pra lá de saudável, ninguém é obrigado a apoiar tudo o que acontece no país (muito pelo contrário, é importante fazer frente a tudo o que se apresenta), mas chamar a presidente de nomes como “vaca”, “piranha” e tudo o mais que mostra a deficiência dessa criação machista que todos tivemos. E que muitos fazem questão de não se libertar.

Sinceramente, se vocês querem bater panela tal qual criança que não quer ouvir sermão; gritar seus “fora! Fora!”, o problema é de vocês; se querem pedir impeachment sem nem saber ainda como escreve a palavra ou o que significa; passear na rua achando que sabe quem é o sucessor da presidentA (eu poderia fazer um texto inteiro ligando a dificuldade de aceitação dessa palavra ao machismo internalizado, se quisesse) como se a saída da Dilma fosse magicamente colocar o queridinho de vocês no lugar, o azar o direito é todo de vocês. Mas xingar de impropérios machistas numa data na qual menos de dez horas antes todo mundo ~glorificava~ o sexo feminino (obviamente só acontece durante esse dia do ano, todos os outros a mulher só serve como objeto de chacota e/ou sexual. Uau, que consciência e reconhecimento) é tão deprimente que me faz ter vontade de vomitar. E o mais triste é saber que não parte somente dos homens.

10995881_532037150272113_2682945020019003956_n

Moça, você que chamou a mulher que mais nos representa nesse país (VOCÊ QUERENDO OU NÃO) desses nomes, você têm ciência do que está fazendo? É isso mesmo que você quer propagar? Você gosta desse tipo de tratamento? Tenho certeza que não. Então não se deixe levar pelo machismo, preste mais atenção no que faz. Deixe de seguir esse fluxo, ele é uma furada. Já temos tanto pelo que lutar…

E você, o homem que fez questão de bradar xingamentos sexistas o quanto quis durante o discurso da presidente… Sabe a rosa que você deu pra sua mãe/esposa/filha? ENGOLE. VOCÊ CHAMOU UMA MULHER DE VACA OU PIRANHA. Automaticamente, ofendeu todas as outras, especialmente as com as quais você divide a casa. Você pode até ter jeito e melhorar, mas eu não acredito nisso nesse exato momento.

O dia 8 de março de 2015 ficou marcado como o dia em que o Brasil mostrou seu retrocesso na luta contra o machismo e em prol dos direitos da mulher. E isso me enche de vergonha.

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s