RESPEITO, já que nunca te pedi nada…

Eu devo ser uma mulher muito má educada, ou desbocada, afinal não aceito uma cantada no meio da rua, ou um fiu-fiu sem responder com um bom “FILHO DE UMA P@#$”, “CORNO” ou um simples (mas dito feio) dedo do meio. Quando tenho que sair de casa e andar a pé meu único pensamento é “aconteça o que acontecer fique com a cara fechada de poucos amigos e não responda, finge que não foi com você!”, mas será que andar na rua e fingir que não é comigo é certo? Sério, passar por uma situação dessa acaba definitivamente com meu dia. Não é nada gostoso…E eu sei sim aceitar um elogio, quando ele é feito de forma educada e não grosseira.

Ontem assim como hoje estava quente, quente de mais para colocar uma calça jeans e andar as 14 quadras (ida e volta) de casa a escola da minha filha. Como eu engordei bastante, meus shorts não me servem mais, o único que entra e não fica com cara de embalado no vácuo está com o zíper quebrado, por isso escolhi a boa e velha saia jeans, uma daquelas larguinhas, de cintura alta, bem leve, bem fresquinha. Meu namorido já disse que ama essa saia, que acha que fico linda com ela. E pelo que aconteceu ontem devo ficar mais gostosa do que aquela mulher que faz o comercial grosseiro de cerveja. Afinal depois de atravessar uma rua fui obrigada a ouvir um carro cheio de seres humanos machos (homem que é homem não é grosseiro, pra agir de tal forma só sendo um ser irracional, por isso coloquei o macho aqui) berrar, assobiar e tudo mais o que tinham direito.

Juro que se eu não estivesse ao telefone com minha mãe não teria apenas mostrado o dedo, teria descido ao nível deles e respondido com muitos palavrões e possivelmente teria anotado a placa daquele gol bolinha branco e passado em uma delegacia para fazer uma denuncia por assédio. Porque o fiu-fiu, a cantada e o “gostosa” são sim um baita de um assédio. Já cansei de falar que se seres assim pensassem que suas mães e filhas podem passar por cenas assim provavelmente não fariam isso, afinal não pode existir pessoa tão babaca assim.

cantada

O mais divertido dessa história é que contando pro meu namorido ele foi bem irônico falando: “Mozi, a culpa é sua de ser linda, delícia e de estar com essa saia curta né?! É impossível resistir…” e claro complementou com um “é eu sei, por isso você odeia sair de casa, também acho a coisa mais nojenta desse mundo. Eles são mesmo um bando de babacas. Mas como a gente não pode mudar o mundo, baixe músicas pro seu celular, coloca um fone de ouvido e continua a vida.” Em certo ponto ele tem razão, músicas fariam bem, ajudariam o tempo da caminhada passar mais rápido, porem… Se todos pensassem que não podemos mudar o mundo não estaríamos aqui não é mesmo?! As mulheres, negros, gays, deficientes e etc não teriam pelo menos o mínimo de seus direitos garantidos. Enquanto fingirmos que não é com a gente e não impor respeito (de acordo com a justiça, acho que eles iriam pensar um pouco mais antes de fazer isso de novo se tivessem a dor de cabeça de passar pelas fases de um processo) mulheres continuaram sendo estupradas, homos/trans continuarão apanhando nas ruas, ter tranças ou belos cachos será ter cabelo ruim, ter a pele negra será um crime e isso tudo é muito errado! Tão errado que sempre acabamos culpando as vítimas! Tão louco e absurdo que chega, para!

RESPEITO, é o mínimo que peço e já que nem te conheço e nunca te pedi nada você poderia passar a agir com ele.

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s