O Erro

Dizem que quando queremos alguma coisa de verdade precisamos jogar o pensamento positivo para que o Universo conspire ao nosso favor. Também devemos mostrar confiança, sabe aquela coisa do “ninguém vai fazer isso melhor do que eu”?! É exatamente esse detalhe que devemos demonstrar. Porém como fazer-se passar por alguém confiante e jogar a positividade ao nosso redor se tudo está desmoronando?!

Esse ano de 2015 não tem sido fácil, nem um pouco fácil. Não que os anteriores foram, mas eu não sentia tanto o peso do meu próprio fracasso quanto sinto hoje. Talvez fosse porque ainda faltava um pouco de noção do mundo e de responsabilidade, afinal de contas eu era bem inocente. Acreditava que se eu falhasse não tinha problema, iria apenas aprender a não cometer os mesmo erros. Porém hoje se eu falhar, esse erro não pode ser visto apenas como um aprendizado, afinal uma falha minha interfere diretamente na vida de outras pessoas. Hoje sou mãe, então dependendo do meu erro ele irá ser sentido pela minha filha. Assim como sou a namorada de alguém, incrível, que acredita muito mais em mim, do que eu mesma… E minhas falhas também serão sentidas por ele.

Ou seja, a cada passo errado que dou, dói mais, sinto mais… isso acaba interferindo diretamente no meu bem estar. Já não me sinto tão confiante, na verdade 98% do tempo acho que sou a pior em tudo, como se não houvesse motivos para eu estar aqui, não sou apta a nada. Não existe missão pra eu realizar por aqui. Sou aquele tipo de pessoa merda, tipo esse personagem “Seu Merda” do Marcelo Mansfield. Então chegou num ponto em que me pergunto diariamente será que vale a pena continuar dando murro em ponta de faca? Porque assim, por mais que me doa, tá acabando com meu humor e com a minha crença ficar nessa de tentar e não conseguir.

tumblr_nbclfr5NCD1rks5xoo1_500

Cada dia me questiono mais sobre as minhas escolhas e não nego que dá vontade de largar tudo e começar do zero. Mas será que o problema é com o lugar que vivo, que falta oportunidade, com as pessoas ao meu redor, com a situação de crise atual, por isso tá tão difícil para todos? Ou será que a única culpada para as oportunidades não acontecerem sou eu? São respostas difíceis de responder, mas que eu pretendo achar a resposta pois preciso agir urgente, não dá mais pra ficar na zona de conforto, pois sem dúvida esse pode ter sido o erro mais constante que venho cometendo.

Então, por onde devo começar? Qual será meu caminho? Devo mesmo desistir ou continuo sorrindo? Até quando vou continuar nessa estrada? Olha quantos novos questionamentos surgiram… Essa é minha vida atualmente, errar, falhar e me questionar afim é claro de achar uma solução para aquilo que aparentemente não tem solução.

Vou parar por aqui, antes que entre em outras questões totalmente sem respostas e que vão me fazer muito mais mal do que bem. Desculpe-me pelo desabafo, mas se não dividisse isso com vocês leitores, com quem mais dividiria?!

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s