Qual é o seu ponto fraco?

Todo mundo tem um ponto fraco. Seja no amor, na vida profissional, na vida a dois, nos projetos, nas decisões, na falta de decisões, nos relacionamentos, nas amizades… Seja onde for e como for, todo mundo tem seu ponto fraco. Mas, existe um especial em que muitas pessoas merecem diploma de desenvoltura… O ponto fraco de: falar mal dos outros.

download (3)

Se existe uma espécie que deveria ser abduzida é o tal do ser humano fofoqueiro! Porque tanta gente tem o dom, o talento, e a habilidade de falar mal do próximo? Cuidar da vida dos outros é fácil, ainda mais quando a sua própria vida está àquela zona.  Pode perceber que quem fala mal de você, não é exemplo pra nada.

A impressão que tenho é que pouco importa quem eu sou, o que eu preciso melhorar, o que eu posso fazer para ajudar alguém. O que importa mesmo é o quanto eu consigo falar mal da vida dos outros.

Você pode ser uma pessoa que estuda, cuida da casa, do marido (da esposa), dos filhos, trabalha e ainda encontra tempo para deixar pequenos detalhes em ordem… E, ainda assim você não estará fazendo o suficiente para aqueles que insistem em falar mal de você. E se não for por isso, o profissional a título de fofoqueiro, encontra o que reclamar e julgar.

É estranho e também preocupante como é que às vezes as nossas vidas, as nossas escolhas, incomodam tanta gente. Tem gente que nasceu com o dom da boca aberta. Aquela boca, de língua grande, que não fecha por nada. Tem gente que não se preocupa com a sua própria vida, e sente um prazer danado em tentar estragar a vida dos outros

Em algumas situações até da pra se tolerar opiniões e críticas. Mas para falarmos alguma coisa sobre alguém precisamos ser exemplos e precisamos estar limpos de qualquer falha que iremos apontar no outro. A regra é simples: Eu te dou total direto de cuidar da minha vida, quando a sua for exemplo!

Ah, quanta mesquinharia. Enquanto a preocupação é cheirar a casa do vizinho ou do parente, a própria casa está a um pé do abismo, pronta pra desmoronar. O bom mesmo seria se as pessoas parassem de palpitar na vida do próximo. Bom mesmo seria se cada um cuidasse da sua própria vida. Parece clichê dizer isso, repetitivo, e pouco criativo… Mas vai dizer, você deve ter alguém que adora enfiar o nariz na sua vida, né?

E me diz, você está na condição de fofoqueiro ou tem cuidado apenas do que te diz respeito? Não vale à pena opinar na vida de alguém, quando na verdade precisamos estar atentos a nossa própria vida. Não é justo apontar defeitos no outro, quando estamos atolados de defeitos. E não há lógica em criticar alguém se não estamos livres de criticas. Mas uma coisa é certa, quanto mais alguém falar mal da sua vida, mais de merda a vida dela será!

images

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s