Sol

Se você conhece a canção da Legião Urbana, “Quando o sol bater na janela do seu quarto“, vai se identificar com a intertextualidade presente no poema a seguir… Quem emprestou a voz para a leitura foi meu amigo Thiago Barone, de Sampacity ❤

Sol

É só o sol que bate na janela do meu quarto

Eu posso ver que realmente

poderíamos ter mudado o mundo

e nos faltou mais que coragem

Coragem para a luta,

A luta vã do gauche em seu rude trabalho

Preferimos tampar o sol com a peneira

Ou a janela com a cortina

Ou os olhos com uma venda

E toda essa dor

É falta de amor

As legiões urbanas suburbanas humanas sub humanas

nos perseguem com seus gritos

E nós, surdos a tudo isso

Preferimos fechar de uma vez a janela do mundo

E pensar que assim como a simples pedra

É só o sol batendo na janela do quarto.

 

 

 

Se você não conhece, pode assistir essa versão que está no youtube, de um show de 1996.

 

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s