Deixar para trás

Você vai encontrar alguns momentos na vida em que será preciso escolher o que deixar para trás. É inevitável, é como a vida funciona. Mas deixar pra trás, ao contrário do que muitas vezes a gente pensa, não é ruim. Deixar para trás é inevitável porque as coisas até podem estar boas agora, mas elas podem ser sempre muito melhores no futuro se escolhermos novos caminhos.

Capturar

A gente deixa para trás amores, trabalho, casa, experiências que não fazer mais sentido.  A decisão de deixar coisas sem sentido na nossa vida é muito pior, traz peso, e não deixa as energias boas fluírem e os novos ventos chegarem. Mas às vezes, as coisas ainda fazem sentido, mas se parar para prestar atenção, lá na frente podem estar chegando outras coisas. Só que como não podemos ter tudo, é preciso saber  escolher. Não é fácil, mas assim que é.

Deixar para trás não significa não gostar mais. Até por isso, tomar decisões como essa podem ser processos dolorosos, por que a gente não quer desapegar. Mas é preciso deixar ir.

Cada experiência que vivemos nos traz uma bagagem enorme de vida, seja ela positiva ou negativa, e é inevitavelmente parte da construção de quem somos. Acho que até seja por isso que somos tão relutantes em largar o osso. Mas as coisas não são imortais, e como diria Vinícius… “que não seja imortal, posto que é chama. Mas que seja infinito, enquanto dure.”

Hoje é um dia de deixar para trás. Após dois anos, estou indo embora desse aconchegante Ninho, porque agora é hora de traçar novos rumos. Não porque não gosto, porque é ruim, porque faz mal. Mas porque outras coisas que estão por vir darão um novo sentido.

Estar aqui com vocês nesses últimos dois anos me ajudou a refletir sobre muitas coisas e minha vida, e por mais que muitos textos tenham sido elogiados e eu tenha ouvido várias histórias incríveis sobre as pessoas que liam o que escrevi, a pessoa mais beneficiada fui eu, que pude muitas vezes acalmar minha cabeça e meu coração.

Obrigada leitores que se deram o trabalho de ler, comentar, compartilhar e muitas vezes até me procurar para falar sobre os textos. Obrigada Mafagafas, que foram sempre tão carinhosas comigo.

É chegada a hora de deixar para trás.

Um beijo.

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s