Anoitecer de Foz do Iguaçu

Então é Natal… (sim, você leu com a voz da Simone) e começar com isso só não e mais clichê que a tia dos namoradinhos e o tio do pavê!

Tirando isso, que bom pensar que eu tinha um poema pra ocasião… não exatamente, mas um poema que nasceu a partir de uma fotografia, que infelizmente eu não sei onde está hahaha e que deu origem a esse poema.

Quem emprestou a voz é o Robson e foi especial pelo fato dele estar bem longe de Foz hoje em dia.

Fica aqui meu abraço de agradecimento a ele!

Anoitecer em Foz do Iguaçu 

 

Antes que a luz do sol “se apague”

Ganho de presente esta bela imagem,

Do anoitecer de Foz do Iguaçu…

 

Será que é o espírito natalino que me invade,

Admirando toda essa paisagem,

Daqui da janela, (sempre ela)

Do alto de um dos muitos prédios da cidade?

 

Carros estacionados,

Carros parados em semáforos,

Carros passam com pressa,

Indo ou vindo do trabalho

Ou talvez para alguma festa.

 

E tudo que eu vejo são luzes,

Luzes desses carros,

Luzes dos bares, da praça,

Do Grande Colégio Bartolomeu Mitre,

Dos pinheiros de natal…

 

E como não anoiteceu completamente

As estrelas que vejo em minha frente

São das luzes das casas ali presentes

É tudo muito envolvente…

 

E aquela névoa que as submergem

Serão elas -as luzes- a subirem ao céu?

São as estrelas, meus amigos

Iguaizinhas às do céu…

 

E tudo isso registrado está,

Na foto que vejo

No poema feito

para o anoitecer

De Foz do Iguaçu

 

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s