Na superfície do mundo Online

Uma das coisas que não me pegam é a inveja dessa vida perfeita que vemos nas telas dos smartphones. Não vejo graça no sorriso forçado, daqueles que dá pra perceber que a pessoa deve ter tirado umas 30 fotos para parecer “perfeita”. Assim como esse sorriso estampado não sinto falta de ter amigos nas imagens das redes sociais, como se minha vida se resumisse a encontros com pessoas que dizem que estão ao seu lado sempre. O que dizer então daquelas pessoas que adoram digitar por ai que existe recalque, inveja, e pessoas falando a torto e a direito sobre suas vidas. Ahhh o mal do século é a humanidade achar que tudo se resume ao que está online.

6a709076e5b7ba29321d563f84e175fa

Não sei se é a idade, ou e sou eu mesma que estou cansada desses rotineiros posts. Talvez eu queira de verdade viver apenas minha vida sem a necessidade de compartilhar tudo. Sério, amo a internet, sou apaixonada por toda a possibilidade de informação e aproximação que ela proporciona. Você não precisa sair de casa para conhecer um pouco do mundo, sou curiosa, gosto de ter a informação ao alcance da minha mão. Mas até que ponto vale isso?!

É triste mas nessa fase que estou me passou por várias vezes deletar todas as minhas redes sociais e voltar a ser apenas um ser humano. Porquê dessa frase?! Porque aqui na rede a gente tem mania de querer ser mais do que é. Temos a mania de ter opinião formada sobre tudo, de polemizar o tempo todo. De criar tretas onde nem deveriam ter. Queremos aparecer o tempo todo, é como se tentássemos imitar a vida das celebridades. Será mesmo que é para isso que a rede foi criada? Não foi para aproximar quem estava longe?

Queria muito que minha vida fosse mais rodeada de amigos que frequentam minha casa porque querem estar ao meu lado, do que amigos que vivem comentando fotos com “linda”, “saudades”, “te amo”. Ou que vivem mandando mensagem “a gente precisa se ver”, “temos que marcar algo”.  E nunca fazer nada do que dizem. Não me venha com “é a vida de gente grande’, afinal arrumam tempo para ir na baladinha do momento, ou naquela festinha bacana, ou num jantar com os “formadores de opinião online”, mas aparecer de surpresa ou telefonar perguntando se tenho algum plano nunca né?!

Chega de superficialidades, chega de gente rasa, chega de ficar sempre nadando contra a corrente. Para esse ano e para minha vida quero mais realidade, mais possibilidade, me aprofundar mais. Fazer as coisas valerem mais a pena e se der para compartilhar com vocês, que seja sincero. Nada marcado, ou disfarçado. Menos interesse e mais lealdade, é o que desejo a todos vocês, a mim, a nós!

Anúncios

2 comentários em “Na superfície do mundo Online

  1. Entrei no ‘Blogs Recomendados do WordPress’ e lá estava o seu!
    Que bacana que entrei! 🙂
    Parabéns pelo espaço. Super clean e ótimos posts. Sempre gosto de conhecer novos colegas de blog assim vou aumentando minha rede e claro, conhecendo sobre diversos assuntos e até mesmo cultura.
    Bom, já estou seguindo para não perder as novidades. Sucesso.

    Estendo aqui o convite para conhecer o meu blog… Ficarei contente com sua visita! 🙂
    HuG!
    http://www.andrehotter.com
    👻 Snapchat: andrehotter
    📸 Instagram: @AndreHotter

    1. Olá André que bom que gostou do nosso Blog! Fico realmente feliz quando as pessoas conhecem e passam a segui-lo. Dei uma olhadinha bem rápida no seu, mas adorei a leveza da qual você aborda alguns assuntos. 😀
      Que esse ano você consiga realizar suas metas e que continue acompanhando o Ninho.
      Beijos e até a próxima.

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s