Tem um fast-food no meu pensamento

Quantas vezes você já decidiu emagrecer? Aposto que muitas! E, tenho certeza que você  iniciou o ano de 2016 mais uma vez prometendo isso.  Grande parte das pessoas que conheço quer fazer dieta. Perder uns quilinhos, melhorar a saúde, qualidade de vida… E mais todos os benefícios de um corpo e MENTE saudáveis.

Talvez o mais difícil numa dieta não seja procurar ajuda da nutricionista, nem fazer a lista infinita de legumes, frutas e verduras… Ou tão pouco matricular-se na academia. O mais difícil é se livrar do pensamento de guloso. Quem nunca levou a risca uma reeducação alimentar, ou então começou várias vezes e parou, sofre com isso.

blog 3

Acho que o maior desafio é mudar o pensamento de guloso para saúdavel. Essa relação com a comida é algo bastante complicado. Comemos para nos alimentar ou por prazer? É possível unir as duas coisas? Ah quem não abra mão do x bacon saboroso por uma salada de rúcula com manga e ricota fresca. Hoje em dia eu abro.

Perder peso vai além de postar “fotinhos” no facebook, de ganhar seguidores ou likes nas redes sociais. Eu poderia muito bem postar todos os vídeos caminhando, os pratos das minhas refeições, meus chás, minhas frutas, e minar minha time line de coisas saudáveis. O fato é: o que isso vai mudar na vida das pessoas? Será mesmo que isso influencia de modo positivo?

Bem, influencia sim. Realmente olhar uma foto de “antes e depois” dá um chacoalhão na gente, mas isso não é tudo! Nem sempre quem é gordo é porque come muito. Existem doenças psíquicas e emocionais que afetam ainda mais o ganho de peso.  Tem uma frase comum que diz: “Você é aquilo que você come”. Eu não concordo. Você aquilo que você está vivendo.

Se eu vivo bem, em harmonia, tenho todos os aspectos da minha vida bem resolvidos, é óbvio que estarei bem, me alimentarei bem, serei saúdavel e feliz. Mas, essa não é a realidade. Eu já cansei de comer legumes e afins, e nunca fui uma “cenourinha fina”.  Ser saúdavel não começa pelo corpo, começa pela mente!

Pois bem, eu identifiquei meu problema e comecei a mudar. Meu desafio hoje não é mais perder peso. É pensar como uma pessoa saudável. Esses pensamentos incluem em saber o que é bom ou não para minha saúde e bem estar.  Inclui em entender que a salada tem menos caloria que um lanche, e que a salada pode sim me saciar. Inclui entender que a melhor coisa da vida não é comer, a melhor coisa da vida é viver. E você vive tendo saúde.

Mude seu pensamento. Mude a forma como você enxerga os alimentos. Mude a forma que você se alimenta. Mude o modo como você divide suas refeições.  Se necessário peça ajuda profissional. A mudança nos números da balança só começa pela mudança dos nossos pensamentos.

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s