Quando estiver em dúvida

Sabe quando você me toma em seus braços, segura minha cintura bem forte, sussurra algo do tipo “quem te controla sou eu… Você nada mais é do que minha puta” no meu ouvido e me dá aquela mordidinha na nuca?! Logo em seguida me puxa pelo cabelo, olha nos meus olhos como seu eu fosse sua presa, me beija até me deixar sem ar. Percebe o quanto já estou em suas mãos, aproveita para descer lentamente me beijando, enquanto passa suas mãos levemente pelo meu corpo.

Ao meu ouvir suspirar levanta minha blusa, beija e morde minha barriga. Eu já mal consigo pensar, mas você sabe muito bem aonde quer chegar… Desabotoa minha calça jeans e tira minha calcinha com a boca. Em seguida joga-me na cama, como se eu não fosse nada. Mais uma vez me olha nos olhos e sorri, tenho certeza de que você vai enfim me comer bem gostoso. Mas não, me vira de costas e como se já não bastasse, mostra toda a sua sede…

tumblr_mzd2fsF6cu1sisedyo1_500

Beijos delicados e molhados descem lentamente pelas minhas costas, ao chagar na minha bunda você aproveita o ritmo dos meus suspiros e intercala entre beijos e mordidas. Minha respiração já está ofegante e agora mais do que nunca o seu desejo é me torturar. Novamente puxa meu cabelo com uma mão, enquanto com a outra me vira de frente. Sobe até o meu ouvido apenas para perguntar quem é que manda. Ao ouvir que eu sou sua, você me beija até eu ficar sem fôlego. Vai descendo e contornando cada curva do meu corpo com um beijo.

Ao chegar as minhas coxas você ri, enquanto me contorço inteira. Tento te puxar pelo cabelo. Você segura minhas duas mãos e diz “mas que menina levada! Agora vou ser obrigado a te castigar”. É nesse momento que amarra meus dois pulsos, não posso mais te puxar. Aproveita para chupar meu pescoço, desce até meus seios, os aperta, chupa e beija-os. Novamente começa a contornar meu corpo com seus lábios, volta até onde tinha parado quanto lhe puxei pelo cabelo. Já está beijando minha virilha quando para e diz: “E agora? O que será que faço para lhe castigar?” Eu apenas respondo: “Na dúvida não pense, apenas me chupa!”.

Você dá uma gargalhada e cai de boca no meio das minhas pernas, conduz o ritmo dos meus gemidos. Sabe exatamente como me fazer tremer inteira. Sua língua intensa brinca enquanto eu grito de prazer. Por fim consegui me soltar, te puxei pelo cabelo. Da sua boca sai um “o que você quer agora?”, sem conseguir respirar direito, em meio a um suspiro digo “quero teu pau, agora!”, você responde com outra pergunta “Como que pede?”, eu então solto “por favor, me dê seu pau agora!”.

Abre minhas pernas com as suas e mete com tudo bem fundo… Sabe exatamente o ritmo perfeito entre uma metida e outra. Agora é como se fossemos um só, mais um beijo e te mordo, você geme alto no meu ouvido. Enfim terminamos exaustos na cama, esta noite, porque eu já não tenho dúvidas de que quando acordarmos iremos começar tudo novamente.

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s