Reflexo

Era mais uma noite chuvosa até então nada diferente do que poderia ser em uma temporada de chuvas. Como não havia mais nada pra fazer e já era quase 23:00 resolvi tomar um banho antes de ir dormir. Fui até meu quarto arrumei a cama, peguei meu pijama pra levar pro banheiro e fechei a janela. Para não me assustar durante a noite fechei a cortina também.

Entrei no banheiro, peguei minha escova e coloquei pasta. Liguei o chuveiro para que a água fosse esquentando, aproveitei e coloquei o ipod no iboo. Minhas músicas tocavam e eu ia aproveitar pra tirar uma meia horinha pra esquecer da vida, deixar apenas a água cair em meu corpo e sentir isso. Nesse momento era proibido pensar em qualquer coisa, sentir qualquer coisa, lembrar ou etc. Era apenas pra deixar a água lavar minha alma para que ficasse mais leve. Algo que um bom banho de chuva resolveria, mas as gotas vinham apenas durante a noite nessa semana. E o fato de serem tempestades também não ajudava muito.Então aquele banho seria uma boa solução.

Quando o banheiro já estava embaçado por causa do vapor eu fui pra debaixo do chuveiro. Deixei a água cair aos poucos pelo corpo, molhando cada pedacinho de mim. Primeiro senti as gotas escorrerem pela minha cabeça, em seguida senti caindo pelo meu rosto. Algum tempo depois pelo pescoço, ombros,braços, colo, pernas até chegar aos meus pés. A sensação era tão boa e relaxante que realmente não escutava mais nada além das músicas e do barulho das gotas caindo no chão. Estava tão concentrada que fechei meus olhos para me desligar realmente de tudo.

20090422125644

De repente escuto um barulho forte. O trovão me assustou e me despertou, olhei pela janela. Estava tão escuro que não conseguia ver nada. A chuva piorava ainda mais minha visão. Como não via nada além do vidro voltei a me concentrar, mas dessa vez atenta a qualquer raio que caísse. Também não fechei os olhos, fiquei encarando a escuridão a minha frente. Foi no momento exato que cheguei ao ápice da minha imersão ao nada que outro raio caiu.

Me assustei não apenas com o barulho ou com a luz, eu poderia jurar que vi um reflexo na janela do banheiro. Vi perfeitamente a forma de um rosto, e de novo aqueles olhos que me assombravam. Não era possível que até durante o banho eu não teria paz. Fiquei por uns minutos tentando olhar e rever aquela imagem, precisava da certeza que não estava ficando louca. Mas não consegui nada além do breu a minha frente. Só podia ser a minha imaginação brincado comigo, estava muito impressiona com o que estava acontecendo nos ultimos dias. Era apenas isso.

Mas o medo não me deixou terminar o banho tranquilamente. Fechei o chuveiro, me troquei, desliguei o iboo. Corri pro meu quarto e me escondi de novo em baixo das cobertas. Ali me sentia segura, a imagem continuava em minha cabeça. Era a junção dos reflexos do raio com a cor negra da noite que formaram ela. Apenas uma ilusão, não teria como ser outra coisa. Na tentativa de me convencer disso acabei pegando no sono.

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s