Ausência

Enquanto estava na frente da faculdade esperando o tempo passar ficou olhando para a rua. E em pensamentos esperava que ela viesse ao seu encontro. Chegou a imaginar a piadinha que ela faria assim que chegasse. Nesse momento pensou no quanto não gostava da ideia de se afastar e na falta que sentia das conversas, piadas, ideias e tudo o que tinham juntas.

Depois quando foi para o laboratório e passou por aquele cantinho escondido, aonde a amiga ia quando queria ficar só para escrever e pensar, olhou na esperança de vê-la por lá. E mais uma vez imaginou como seria se fosse até ela.

Continuou seu caminho e manteve-se focada, sabia que essa distância era para o bem. Manter-se afastada era ruim e odiava aquilo, porém sabia que se continuasse perto iria feri-la e essa ideia a cortava o coração e doía bem mais do que a ausência dela.

Chegou na sala, prestou atenção em tudo o que a professora falava. Foi para casa e dormiu, pelo menos assim esquecia um pouco daquela ausência que lhe incomodava.

tumblr_m0qyddJSad1qhw7eyo1_1280

Texto originalmente publicado em um antigo blog pessoal. E dedicado à Morena, uma antiga companheira de loucuras, mas ainda hoje uma boa amiga. Esta amizade superou esta ausência e o tempo, foi um dos mais lindos presentes que ganhei em um tempo turbulento, mas que pode ser melhor explicado nas palavras dela “ainda bem que melhoramos com o tempo”. Não esqueci que você ainda me deve uma boa conversa e um submarino! ❤

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s