Promessas

E entre suas promessas e outras ela se esbarrou.
Esbarrou no que ela temia.
Temia em derramar lágrimas.
Mas tão suaves elas escorriam …
Não escorriam por tristeza…
Mas elas estavam ali…


Entre a composição de um sonho e desejo de tê-lo. Ela se deu conta que promessas ao ventos são promessas ao vento.
Mais um tropeço!
E de tropeços, ela notou que por mais que você pense que suas tentativas possam de alguma maneira ser pra ti a melhor escolha…
Pra alguns não serão!
Não por que não está certo ou errado.
Apenas por senso crítico ou decisão de escolha.
Por tanto ela aprendeu que criar expectativas é um tropeço.
Tão feito como se esforçar.
E essas duas ações uma ela tomou ação e a outra deixou de ter.
Isso porque ela notou que mais do que ela, ela estava machucando.
Machucando de forma leve… o que ela mais deseja bem.
O seu amor.
E assim ela deixou, mesmo deixando as suas promessas de lado ela deixou.
Deixou por ele!

tumblr_n8s36n1HER1r6b1rdo1_500

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s