Não procure na minha poesia

Dizem que somos meio que a mistura de tudo que lemos, vemos, interagimos… se isso influenciou ou não os meus textos e poemas eu não sei, mas é muito provável que sim e entre os responsáveis estão muitos mestres da literatura, ainda assim, comparações seriam levianas, para ambos os lados inclusive haahha whatever! O Projeto Vozes de hoje traz a lindaaaaa Aline Disarsz ❤

 

 

Não procure na minha poesia

 

Não procure na minha poesia

O talento da diva Hilda Hilst,

O charme que eu enxergo no velho safado Bukowski,

Ou alguma ideia de Clarice…

 

Se eu bebi as letras de Lorca

Ou chorei com Neruda

Em Benedetti fui feliz

Se bem que o Bécquer me trouxe a golondrina

 

Tudo isso eu já disse

Você não encontra aqui

Mesmo que Drummond seja meu Gauche

E eu verseje com a Kolody

 

De Leminski nem o bigode

Rastro algum tem aqui

De Quintana ou de Wilde

E muito menos Machado de Assis

Augusto dos Anjos foi mais meu porto

Por entender o que ele quis dizer

Sem professores pedindo na prova

Algo que com certeza depois ia esquecer

Então não perca seu tempo

Querendo se surpreender

Nestas linhas não tem Suassuna

Nem a Pessoa ou Pessoas do Pessoa

Estou sendo honesta

Me agradeça

Feche esse livro e vá digitar

No google sobre alguns poetas

Que com certeza irão lhe agradar.

 

 

Anúncios

Um comentário em “Não procure na minha poesia

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s