Aquela dos sonhos

Aquela dos sonhos é aquele poema que você fica com a estrofe na cabeça por algum tempo e senta pra terminar e meio que completar as lacunas e transformar tudo numa coisa só.

02

Quem faz a leitura, é meu amigo Juca Rodrigues, ator e diretor da Cia de Teatro Amadeus, em Foz do Iguaçu.

Aquela dos sonhos

Sonhos habitam em mim

Dos passageiros aos corriqueiros

Daqueles com tantos desejos.

Cai uma lágrima

Como cai a gota de orvalho da folha

Como a água que escorre da boca

Do ser invisível e indizível

Dentro do casulo apertado

Escuro e tedioso

Bocejo!

O frio, a chuva, os medos

As glórias, as vitórias

Raras, claras, caras!

Dentro de mim o mundo

Dentro de mim um mundo

E eu, mudo

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s