Leia ouvindo “Dia Especial” – Tiago Iorc

Ah, o amor. Um sentimento tão grandioso e cheio de mistérios. Quem é que nunca ousou explicar o que é o amor?! Uma coisa é certa: só há uma maneira de descrevermos a importância desse sentimento, através do toque, do olhar, de um sorriso bobo diante do amor – ele geralmente tem nome, sobrenome e endereço. Nenhum textão conseguirá expressar tão bem quanto a demonstração de o sentimento um pro outro. E como é gostoso falar de amor, viver o amor. Amar e ser amado.

14 de fevereiro é o dia em que milhares de casais de vários países comemoram esse sentimento e melhor, a união de dois corações. No Brasil o dia dos namorados é 12 de junho, o que não impede que os apaixonados comemorem também em fevereiro. E cá entre nós, o amor, o enlace, a parceria, tudo o que um relacionamento sadio traz de bom pra gente, deveria ser motivo de comemoração todos os dias. E engane-se quem acha que pra isso precisa fazer grandes surpresas, comprar presentes caríssimos ou sair todos os dias. Pelo contrário, o simples carregado de verdade é o essencial pra vida a dois. No momento o meu coração é habitado por um amor gigantesco pelo meu companheiro lindo, meu eterno amor. Sem nome pra ele não ficar com vergonha.   Ele chegou fazendo barulho, virando a minha vida de ponta cabeça e eu a dele. Quantas coisas passamos e vencemos pra chegar até aqui. Não sei exatamente quando foi que me dei conta que era amor. Só sei que não me vejo sem você, sem seu sorriso. Falar de você, de nós é falar de amor e superação. Companheirismo e felicidade. Meu bem, amo você. Happy valentine’s day! ❤

“Quando nascer nosso primeiro filho
Quero que tenha seus olhos
Já tô imaginando a gente morando
Em frente aquela praça, o nosso apê. – “Dói só de pensar – Maria Cecília e Rodolfo

 

Pra falar de amor nada melhor que ouvir histórias de casais apaixonados, pessoas que aprenderam algo com esse sentimento tão precioso. Por isso, pessoas que encontraram suas somas – isso mesmo, suas somas. Somos completos já, então alguém quando chega é pra somar. Não tem essa de metade da minha laranja, a tampa da minha panela e blá, blá, blá, ok?! Ok. Algumas pessoas compartilharam conosco um pouquinho do que aprenderam com o amor.

Ah, bom deixarmos claro aqui, que o amor entre duas pessoas não significa ausência de conflitos. Quando amamos a gente aprende a lidar com as adversidades. É preciso. É questão de sobrevivência.

valentines-day-couple-sitting-together-hearth-bunch-of-flowers-hands-resized-1024x682

Abaixo, depoimentos cheios de amor. Aos lindos leitores do Ninho que compartilharam suas histórias o meu muito obrigada! ❤

 

Adriane Tannouri: Agregou em tudo, me ensinou a fazer planos pro futuro e ter vontade de crescer

 

Adrieni Gomes Ferreira Yassine: Os laços que se iniciam frouxos e sem segurança quando passam a ser alongamentos dos braços, se transformam em firmes cordas que sustentam toda uma vida. 25 anos atras eu encontrei um ser que me ensinou a amar, com ele estabeleci o laço mais forte e significativo da minha vida. Rompemos as diferenças culturais, religiosas. Criamos uma família baseada da paz da diversidade. Com filhos poliglotas, plasticidade cerebral para entender as diferentes culturas. Do nosso amor nasceu uma família rara, recheada de laços fortes baseados no amor e no respeito. Se Deus me ouvir como abençoada, o último olhar que quero ter ao me despedir dessa vida, quero que seja do meu esposo. Meu laço seguro; meu porto; casa da minha alma.

 

Robertynho Rodrigues Junior: Estou sendo mais responsável e paciente. Tenho uma parceira, uma amiga e até uma mãe (ela me diz o que vestir, haha).  Tenho alguém pra me arrancar sorrisos! Com ela nada me arrependo.


Lauane Ferreira de Melo: Thiago mudou minha vida de cabeça para baixo nestes oitos anos! Aprendi a ser mais paciente, a ser mais sociável, a ser menos ciumenta (a gente disfarça ao menos). Aprendi que um relacionamento feliz não precisa estar dentro dos padrões, só precisa haver o respeito, o companheirismo, a compreensão e, principalmente, o amor, o querer estar junto! Mudamos muito, crescemos um ao lado do outro. A gente precisa sempre estar do lado de alguém que nos soma e não que nos diminui. E ele é assim, do jeito dele. Demorei para entender isso, mas depois que o compreendi, tudo ficou mais forte, intenso e equilibrado! Enfim, ele é meu tudo! E agora, a gente planeja deixar de ser um casal para virar uma família! Tivemos nossas desavenças, mas há males que vem para o bem e este foi um deles, graças a Deus! Te amo nego, sou e estou muito feliz! Obrigada por tudo! ❤ ❤ ❤

 

Roberta Rodrigues: Eu não poderia mentir e dizer que o Rodrigo foi daqueles que chegou chutando a porta e bagunçando tudo, mesmo ele sendo beeeem baguceirinho. Sendo a mais sincera possível, posso dizer que ele foi chegando aos poucos, e bem devagar foi tomando conta de tudo e colocando as coisas no lugar. É ele veio pra me ensinar que o amor não precisa ser daqueles loucos, de tirar o fôlego, que o amor não te tira o ar, que o amor não te deixa quebrada. Ele fez exatamente o contrário, com toda a paciência do mundo. Foi ali, na raça, diariamente sendo presente e mostrando que o amor de verdade é construído. Que ele conserta o que foi quebrado, que ele traz calma, que ele te dá o ar, que inclusive ele pode te fazer chegar onde menos espera. Sabe quando o Cazuza diz que queria ter a sorte de ter um amor tranquilo? Ele estava totalmente certo, afinal foi esse amor calmo que me mostrou que no final eu não era toda errada e nem a pessoa errada, apenas que antes eu estava acreditando no amor da forma errada e me entregando de corpo e alma para as pessoas erradas. O Rodrigo só realmente meteu o pé na porta quando foi necessário, que foi quando ele mostrou que estava na hora da gente parar com essa de minha casa, sua casa e construir nosso lar juntos. No começo bem bagunçado, mas levamos um tempinho até encaixar um jeito de viver no outro. Ele chegou quando eu menos esperava e pra falar a verdade, quando eu menos queria. Mas era exatamente no momento certo para acontecer. Hoje quando falamos do passado percebemos que cada acontecimento nos preparava para quando nos encontrássemos. No fim ele conseguiu me mostrar que nada acontece por acaso e que sim, finais felizes existem, e não terminam no “E viveram Felizes Para Sempre”.

 

Jaqueline Alves Brandão: Eu era só uma garota quando ele passou.

Quando eu o notei.

E então eu queria desesperadamente que ele me notasse também,

Eu só não sabia disso ainda…

Então quando eu tive chance, eu sorri pra ele. E eu acho que ele entendeu.

Aqui estamos nós agora. Juntos a tanto tempo.

E depois de tudo isso, tudo que eu sei é que quando você ama você luta por isso.

Eu o quis, desde o primeiro momento, e eu o tenho agora, e ele me tem.  Mas, nem tudo foram flores.

Eu chorei muito, eu sofri sem dizer, porque eu me magoo fácil.

Mas, eu sorri muito também, e tive tantas alegrias…

Eu sonhei e ainda sonho com tantas coisas sobre nós.

E eu amei, a eu amei tanto, e continuo amando. E o mais sensacional em tudo, é que mesmo depois de tanto, também sou amada.

Nós brigamos, nós nos desentendemos. Porque é difícil, aceitar outro alguém, como ele é.

É difícil projetar suas expectativas e esperar que elas sejam preenchidas por alguém que nem sabe que elas estão lá.

Então eu entendi que preciso falar, falar agora, e depois e o tempo todo o que sinto pra que saibam, para que não haja dúvidas, para que me conheçam e saibam o que eu espero.

Falar o suficiente, para a intimidade acontecer.

E quando você aceita o outro e conhece o outro, e não cria sonhos ou expectativas surreais (cinematográficas) é aqui, é agora que a magia acontece. É aqui que vocês se aceitam e se amam por quem são.

Depois de todo esse tempo, eu aprendi que lutar por quem se ama e aceita-lo como é. É o mais importante. Porque se você ama de verdade sabe, uma toalha em cima da cama pode ser estendida por qualquer um, mas um coração não pode ser preenchido por qualquer um.

Por isso, às vezes precisamos abrir mão de algo que queremos, por algo que o outro quer. Pois num relacionamento, tudo é compartilhado, tudo é nosso, e não meu. Em um relacionamento o conjunto muitas vezes vai vencer a unidade.  E para isso, é preciso apoio da pessoa mais importante. Seu par.

Entenda que para funcionar, é preciso União, Confiança, dedicação, perseverança, amizade, bom humor e às vezes renuncia.  Isso tudo faz parte do amor e relacionamento. É assim que se constrói o tão almejado “para sempre”.

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s