Dia oito de março, considerado dia Internacional das Mulheres, há alguns fatos para este dia ter sido escolhido, muitos se remetem ao incidente na fábrica têxtil nos EUA, com a morte de 130 operárias carbonizadas, foi um acontecimento trágico, mas as movimentações e protestos já estavam acontecendo bem antes, por melhorias e qualidades nas fábricas e o fim do trabalho infantil. Podemos considerar que o dia é resultado de uma série de lutas e reinvindicações de mulheres, por melhores condições de trabalho e direitos sociais e políticos.

Porém, somente no ano de 1910, durante uma conferência na Dinamarca, ficou decidido que o 8 de março passaria a ser o “Dia Internacional da Mulher”, em homenagem ao movimento pelos direitos das mulheres e como forma de obter apoio internacional para luta em favor do direito de voto para as mulheres (sufrágio universal). Mas somente no ano de 1975, durante o Ano Internacional da Mulher, que a ONU (Organização das Nações Unidas) passou a celebrar o Dia Internacional da Mulher em 8 de março.

Fiquei um pouco receosa para escrever este tema, já que não sou especialista e é importante compreender teorias e fatos históricos, mas, antes de qualquer estudo, sou mulher e vou me ater a este fato, das minhas vivências e do que observo. Desde pequena, há exclamações muito fortes de: “- Não faça isso, você é menina”, coisas simples, como jogar futebol, mal eu sabia, que esse ainda era um dos menores problemas, comparado há inúmeras violações e violências que ainda as mulheres sofrem. Há pouco tempo na nossa linha histórica, mal podíamos votar e estudar, era proibido, se aprofundarmos os estudos, é possível verificar que muitas tecnologias criadas foram produzidas por mulheres, mas o crédito era dado e feito pelos homens. Não quero causar segregações de gênero, é importante reconhecer a equidade como avanço para uma sociedade mais justa, mas não podemos negar a história.

tumblr_m0a8lnfk9t1r2d2ffo1_500

Somos em quatro mulheres na minha família, fomos ao cinema para assistir uma animação, quando vimos os filmes que estavam em cartaz, escolhemos “Moana – Um Mar de Aventuras”, fiquei um pouco resistente, com o fato de ser mais uma história de princesa que é salva pelo príncipe, quando percebi, eu e minha mãe em prantos, pela personagem ser corajosa, destemida, para salvar seu povo, a relação com a avó e a importância dos coletivos femininos, sermos unidas. Apresento este ponto pela representatividade, encorajando nossas meninas a serem princesas, valentes e destemidas, e não ficar somente na espera, as representações são fundamentais nas construções pessoais. Frozen também apresenta uma reflexão bonita sobre sororidade.

1-a-1-a-a-a-a-mad-juntas1

Apesar de a mulher ser considerado sexo frágil, eu percebo e vejo a força de tantas mulheres, que trabalham o dia todo, sustentam seus filhos, estudam, aguentam pressões psicológicas (e isso não é saudável), cozinheiras, zeladoras, administradoras, donas de casa, professoras, mães, filhas, irmãs, esposas, amigas, inúmeros substantivos e ainda assim, é difícil explicar o que é ser mulher.

Claro que o dia é representativo e simbólico, mas ainda há muito por se fazer, quantos casos de feminicídio presenciamos no jornal, relacionamentos abusivos, humilhações, salários mais baixos, padrões exagerados de beleza, medo constante de andarmos sozinhas na rua e sofrer alguma violência sexual e dos não que são ignorados. É preciso reconhecer estas violências visíveis e invisíveis, escutar o que as mulheres tem a dizer  e não julgar com jargões exclamativos de: “E a louça, já lavou?” É desrespeitoso com todas as mulheres e com  a conexão história, de muitas que queria uma sociedade mais justa. Observem a sabedoria e a força das Marias, Anas, Joaquinas, Valérias e tantas outras. Além das flores, que aprendemos a respeitar, incentivar, escutar e apoiar tantas mulheres, percebam suas histórias. Que esse dia seja de reflexões e avanços, mas isso é construído diariamente.

Referência bibliográfica, acesso em: http://www.suapesquisa.com/dia_internacional_da_mulher.htm

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s