Fiquei muito tempo com isso na minha cabeça e pensando em por quê não escrever sobre isso…

Eu sempre fui bastante cética com muita coisa, mesmo ouvindo de muitas pessoas que “povo de Peixes ama as coisas místicas”, nesse momento meu ascendente em satanaries entra em ação. Pero que las hay, las hay e isso eu tenho percebido muito na questão de ter a energia sugada por pessoas que muitas vezes se aproximam, somente pra isso. Que troço complicado, não? Na correria do dia a dia, muitas vezes a gente mal percebe o quanto pessoas mal intencionadas se aproximam e como eu disse, sugam o que podem… no melhor ou pior estilo dementadores de Harry Potter.

Foi assim que eu me senti, mais de uma vez, com mais de uma pessoa, no decorrer deste 2017… (Até porque infelizmente vamos nos deparar com pessoas assim em vários momentos da nossa vida e em todos os ambientes conhecidos: trabalho, escola/faculdade, eventos, relacionamentos familiares e por ai vai)…

O gosto que as pessoas tem de deixar seu dia péssimo, de insistir em ficar com suas picuinhas, fofoquinhas, e mesmo sua cara de tédio (com um T bem grande) parece não importar para os dementadores… Uma coisa que eu tenho trabalhado bastante em mim é a questão de não levar tudo de maneira literal quando a pessoa fala. Eu já fui muito assim, se a pessoa falasse “ah vamos sair sábado fazer compras”, você me veria no sábado arrumada, esperando a pessoa… e se ela esquecia e nem avisava eu ficava muito brava. Eu lembro de uma amiga minha falar, não “prometa” nada pra Carmen porque ela vai esperar. Porque gente, na minha cabeça é simples, a pessoa fala é porque vai fazer.

Pessoas tóxicas adoram esse tipo de momento… porque o principal momento para elas é fazer com que a vida miserável delas, passe um pouco pra você. E quanto mais elas te impregnam, melhor. É quase um relacionamento abusivo, por isso esse tipo de relacionamento é extremamente tóxico também. Lembro de como me sentia frustrada com tantas mudanças de humor de alguns relacionamentos, com aquela sensação odiosa do tal “pisar em ovos”, num dia ser tudo tão lindo e maravilhoso e “do nada” tudo ir por água abaixo por atitudes de total sem noção. E o pior era eu tentando “desculpar” a pessoa com: ah, ela não fez por mal, provavelmente esqueceu, não teve um dia bom… e a pessoa sumia pra retornar do nada, como se nada tivesse acontecido.

Mas chega um tempo em que você aprende (ou cansa) e uma vez minha mãe me disse uma coisa que me pareceu de grande sabedoria. A questão não estava em ter um tipo de auto controle para gente idiota, a questão estava em ser como o pato! Minha mãe fala que eu deveria ser como o pato que vive na água mas “não se molha”, toda a água que fica nas penas ele chacoalha e boa! Isso foi de uma sabedoria, bicho!

E foi então que comecei a aplicar, sempre que possível, porque a gente ainda insiste em acreditar nas pessoas, na bondade do ser humano e todo aquele tralala que vocês conhecem bem, mas que ainda assim, não me deixa escapar de uma ou outra decepção. E como foi bom ter esse filtro, saber “dibrar” esse sentimento de ter a felicidade sugada por pessoas mal intencionadas que se aproximam de má intenção. É muito chato ouvir sempre a mesma ladainha, as mesmas fofoquinhas, você saber que você está ali pela pessoa, mas que ela só te procura quando está por baixo, voltando a ser babaca quando fica bem.

Saber que ela vai te fazer de trouxa de propósito, simplesmente porque é do instinto dela. Quando você entende que realmente você não é obrigado a aguentar é libertador!

Pode que tudo isso seja mero pensamento aleatório e nem tenha sido tão bem desenvolvido, mas a ideia principal está em realmente não deixar que a correria do dia a dia te deixe com a guarda baixa pra cair em mãos dementadoras! Por mais que um dia você gostou dessa pessoa, em qualquer aspecto afetivo, a dor de cortar ela da sua vida ainda é menor que aquela tortura diária que só amarga e fica cada vez mais profunda. Dói, mas depois parece que realmente até o ar fica mais leve. Siga o baile… é o conselho por hoje…

 

Anúncios

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s