Ontem você disse várias coisas das quais me feriram, mais uma vez senti o coração quebrando aos poucos e silenciosamente.  Passei um bom tempo me perguntando “Por que será que as pessoas que amamos são as que mais nos ferem?”. Será que a intimidade nos dá o direito de dizer algo sem mensurar o estrago que pode ser feito? A sinceridade é essencial para qualquer relacionamento, porém acredito que algumas palavras devem ser ditas com cuidado.

Você não se preocupou em como me sentiria, pelo menos pelo que percebi do tom da conversa… O que eu sinto parece não ser importante. Mas tudo bem, as coisas realmente mudam… O que eu não esperava é que de certa forma essa ferida fosse tornar-se um impulso para me deixar mais forte.

Isso não vem ao caso agora… Você lembra o que me perguntou? Lembra qual foi a resposta? Lembra o que disse logo em seguida? Vou tentar relembra-los agora. Meso que isso não tenha relevância nenhuma para ti.

–  Quando as coisas ficaram bagunçadas desta forma?

– Acredito que isso aconteceu durante esse ano. Sei lá, foi meio pesado, bruto e fez uma bagunça enorme.

– Não acho que seja esse ano. A impressão que tenho é que você vive nessa bagunça, perdida, desde que te conheci. Você fazia um curso de faculdade que não queria fazer, não trabalhava, dependia dos seus pais… E parece que a vida não mudou muito desde aquela época. Você não sabe se virar sozinha, você não sabe ser adulta de verdade. A gente poderia usar a desculpa da sua criação, mas isso só é válido até os 22, no máximo 23 anos… E você já está com 28, as coisas não mudara muito… Eu sinto que você parou no tempo e está vivendo a minha vida e não a sua.

Conseguiu voltar no tempo e recordar a nossa conversa? Bom, isso não importa… O que quero realmente dizer é que cada um têm seu próprio tempo. Ninguém é obrigado a seguir o tempo de todos, existem pessoas que conseguem crescer na vida antes dos 20, outros antes dos 30, alguns antes dos 40 e ainda existem aqueles que morrem sem chegar no topo. E qual o problema disso?! Porque ter essa mania de querer que todos se desenvolvam e aprendam as mesas coisas no mesmo tempo? Qual a graça disso?

Nunca disse que não estava numa bagunça… perdida… Pelo contrário, desde o dia que te conheci deixei bem claro que eu sou uma bagunça, perdida e toda errada. Mudo de ideia rápido, o que era legal, um ideal ontem, não é mais hoje. A vida é assim, ela muda num sopro. E eu continuo aqui tentando me descobrir, me conhecer… do meu jeito, no meu ritmo.

“Nem todos aqueles que vagam estão perdidos.”
-Senhor dos Anéis

Essa frase é tão certeira quanto a morte… É normal que em alguns momentos a gente não tenha certeza de nada, não sabendo onde estamos e muito menos para onde iremos. Mas em momento algum isso quer dizer que estamos perdidos na vida… Apenas que temos muito ainda para viver, para descobrir, desbravar, uma história para escrever. Estar vagando na vida pode muito bem significar apenas que ainda não chegamos lá. Existe um caminho ainda para trilhar.

É confuso, é estranho, pode até parecer um discurso de “auto proteção”… Porém é longe disso, o que não é normal para os alguns pode ser completamente natural para outros. Somos todos diferentes, apenas nossa carcaça é igual.

Então me perdoe se pareço perdida para você, mas hoje depois de juntar cada caquinho meu, percebi que apenas estou escrevendo a minha própria história e isso não tem nada a ver em viver a sua vida. E sim viver a minha, da minha forma, com o meu jeito e no meu tempo.

Sendo assim te deixo duas escolhas:  Desistir e seguir o teu caminho, a tua vida. Ou segurar a minha mão bem forte e me ajudar a escrever a minha história.

Anúncios

2 comentários em “Perdida

Obrigada por comentar.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s