Dejarte ir

Continuando a sequência de postagens dos poemas em espanhol, a seguir o poema foi lido pela Evelyn Urcullu Madrid, também de Ciudad del Este. ❤   Dejarte ir   Qué dejaste en mí? Huellas… rastros… Fuiste, Te perdí! Hace tanto frío aquí Aunque en llamas está mi corazón. Como alejarme de algo así Pensarte presente … Continue lendo Dejarte ir

Anúncios

Deixa de ser trouxa! Agora, só seja louca.

Quantas vezes você já ouviu de um amigo “deixa de ser trouxa!”, “Pare de ficar choramingando por alguém que não te quer! Vá viver!” e muuitas outras frases pra te chacoalhar. Pois é, geralmente essas frases são ditas quando estamos sofrendo por um amor não correspondido ou pelo fim de um relacionamento, não é mesmo? … Continue lendo Deixa de ser trouxa! Agora, só seja louca.

Uma Carta Para Todos os Quase Amores

Oi como você esta?Lembra de mim? Um dia fui alguém importante na sua vida e hoje sou aquela pessoa que você reluta em lembrar e se me ver na rua finge que não viu. Sim, sou essa mesmo que você proibiu os amigos de falarem comigo ou citarem meu nome. Você parece não me suportar, … Continue lendo Uma Carta Para Todos os Quase Amores

Promessas

E entre suas promessas e outras ela se esbarrou. Esbarrou no que ela temia. Temia em derramar lágrimas. Mas tão suaves elas escorriam ... Não escorriam por tristeza... Mas elas estavam ali... Entre a composição de um sonho e desejo de tê-lo. Ela se deu conta que promessas ao ventos são promessas ao vento. Mais … Continue lendo Promessas

Primeiro erro

Era estranho depois de tanto tempo conseguir olhar ver o fundo daqueles olhos tão de perto. De longe eles eram mais escuros do que realmente eram, e o brilho era ainda mais intenso e nebriante. Tinha algo de diferente naquele olhar, talvez foi o tempo que passou, ou então as lições aprendidas, poderia ser as … Continue lendo Primeiro erro