Amores leves

Toca o telefone, ouve minha voz imatura de incertezas cotidianas, do medo das correrias, dos estresses dessa vida e das alegrias consumidas. Tem dias que se acinzentam e logo aparece um caminhar em teu sorriso. Tô aqui por nós e me deixa ouvir tua voz na simplicidade de um dia comum com refeições de pão … Continue lendo Amores leves

Anúncios

Só posso dizer

Leia ouvindo: Nando Reis - Só Posso Dizer (Seattle) (Jardim-Pomar) Voltando para a casa, dia cansativo ligo em uma rádio da cidade e começo a prestar atenção na melodia que começa tocar, a voz era inconfundível, era do ruivo Nando Reis. Sobre a música, o cantor comentou: “É uma dessas músicas que parecem que já … Continue lendo Só posso dizer

Cadê o tal do “sinal”?

O futuro é uma coisa terrível e maravilhosa ao mesmo tempo. O ser humano quer de todas as formas prever o que irá acontecer. Apela para tudo, cartas, horóscopo, bolas de cristais e outras maneiras. Nem sempre encontra um “sinal” ou acha a resposta. E nesse ponto então que entra o medo... Que medo? Provavelmente … Continue lendo Cadê o tal do “sinal”?

Desafios

E quando caímos nos nossos abismos, diante de uma fuga incontrolável de ser ou não. Quando buscamos ser livres, presos em nossos conflitos internos. É preciso respirar e se aliviar de tantos sobrepesos em nossos dias. Crescemos norteados de padrões, de responsabilidades, de obrigações programadas, não só pelo eu, mas por um conjunto! Sim, são … Continue lendo Desafios

Respira fundo e agradeça

É essencial dias mais leves, sem cores forjadas em exposição de quadros em velhos museus. É preciso encontrar um senso de equilibro, como ponto de embarcação e limpar os cantos empoeirados de rotina, encontrar um caminho que mesmo com pedregulhos, nos faça caminhar sem paradas, por onde as andanças, se vive um relato de histórias … Continue lendo Respira fundo e agradeça