Dejarte ir

Continuando a sequência de postagens dos poemas em espanhol, a seguir o poema foi lido pela Evelyn Urcullu Madrid, também de Ciudad del Este. ❤   Dejarte ir   Qué dejaste en mí? Huellas… rastros… Fuiste, Te perdí! Hace tanto frío aquí Aunque en llamas está mi corazón. Como alejarme de algo así Pensarte presente … Continue lendo Dejarte ir

Fica bem

Não foi possível dessa vez enfrentar os obstáculos, mas o futuro é imprevisível, quem sabe nos esbarramos por aí, em uma tarde de domingo, mais maduros e conscientes da vida e suas responsabilidades. Eu quero o seu bem, que sinta todos os sabores de sorvete, que tenha alegria com as bobeiras do dia a dia, … Continue lendo Fica bem

Quebre as correntes. Liberte-se!

"Com 15 anos, meu primeiro namorado, não aceitou o fim do namoro. Tentou se enforcar em frente a casa dele, dizia que se eu não voltasse ele se mataria. E eu voltei. Foi a cena mais horrível da minha vida! Mas eu ainda gostava um pouco dele, fiquei com dó. Passado uns meses, terminamos, e … Continue lendo Quebre as correntes. Liberte-se!

Gosto Assim

Te quero assim, esse rosto lindo perto ao meu. Seus olhos que me veem melhor do que eu mesmo. Te quero assim, com seu perfume, que se impregna em meu cabelo, e posso te sentir durante todo o dia. Assim, desse jeitinho, com essa voz engraçada, mas que é a melhor música que eu poderia … Continue lendo Gosto Assim

Ame sem razão. Simplesmente ame.

Leia ouvindo "Dia Especial" - Tiago Iorc Ah, o amor. Um sentimento tão grandioso e cheio de mistérios. Quem é que nunca ousou explicar o que é o amor?! Uma coisa é certa: só há uma maneira de descrevermos a importância desse sentimento, através do toque, do olhar, de um sorriso bobo diante do amor … Continue lendo Ame sem razão. Simplesmente ame.