Querido amigo,

Tudo bem? Já faz um tempo que não te escrevo... Algum tempo desde aquela última carta que te escrevi.  Faz muito tempo que não tenho notícias suas. Devo admitir que fiquei muito feliz quando você respondeu aquela carta. Ainda mais feliz um tempo depois que você mandou um beijo por um amigo em comum. Adorei … Continue lendo Querido amigo,

Anúncios

É preciso saber carregar as caixas das mudanças

Escrevendo o texto de hoje, completo 25 anos! Acontece algumas crises nessa idade, que compartilho com a minha geração dos anos 90, do que observo e sinto. Em tempos de uma sociedade completamente ansiosa. Vinte e cinco é mais próximo dos 30 do que já foi os 18, (pausa para as dores nas costas). Já … Continue lendo É preciso saber carregar as caixas das mudanças

Perdida

Ontem você disse várias coisas das quais me feriram, mais uma vez senti o coração quebrando aos poucos e silenciosamente.  Passei um bom tempo me perguntando "Por que será que as pessoas que amamos são as que mais nos ferem?". Será que a intimidade nos dá o direito de dizer algo sem mensurar o estrago … Continue lendo Perdida

Não se cobre tanto

Eu demorei e enrolei para começar a escrever esse texto, fiquei cuidando das fontes, dos espaçamentos e da justificativa, repletos de modos robóticos, uma procrastinação com a intenção de encontrar um tema, algo que aparecesse de repente, em um estralo de dedos e: - olhe isto, daria um ótimo texto! Divaguei. Textos não são criados … Continue lendo Não se cobre tanto

Alomorfia

Vocês já passaram por mudanças consideráveis, que desestabilizam certezas que foram construídas por anos? De começar do zero, de um lugar desconhecido, criando um estranhamento. Mas sabe quando sentimos uma certeza? Por mais que não pareça favorável, a impressão de que é certo o que se está fazendo. Como algo que sempre sonhamos, queremos e … Continue lendo Alomorfia